Endorsees
PAULO BRAGA


Sobre Paulo Braga

Paulo Braga é conhecido como um inovador e pai da bateria moderna brasileira. Sua carreira musical e acompanhada por muitos bateristas brasileiros e estrangeiros. Ele nasceu na Zona da Mata de Minas Gerais, em uma pequena cidade no coração do Brasil chamada Guarani. 

Cedo mudou-se para Belo Horizonte e depois para o Rio de Janeiro. Por mais de três décadas ele gravou e se apresentou com as maiores lendas brasileiras, incluindo Antonio Carlos Jobim (Tom Jobim) com quem gravou e fez tours por quinze anos. 

Paulo mudou para Nova York em 1995 e continuou a marcar sua presença na cena Jazz Pop internacional com frequentes tours para Europa e Japão. Paulo gravou e tocou durante dois anos com um dos grandes saxofonistas de jazz, Joe Henderson. 

Com ele, gravou dois cds: “Double Rainbow” e “Joe Henderson Big Band”. Em Nova York teve encontros musicais com Pat Metheney, David Sanborn, Michael Brecker, Gil Gondestein e participou da banda “All Star Band” no Telonious Monk Institute of Jazz em Washignton DC com Eliane Elias, Naná Vasconcelos, Flora Purin, Airto Moreira e Lee Ritenoir. O Paulo gravou alguns dos mais importantes álbuns da MPB como: “Passarim”, “Inédito” e “Antonio Brasileiro” de Tom Jobim; “Bala com Bala”, “Montreaux ao Vivo” e “Elis Regina e Tom” de Elis Regina; “Milagre dos Peixes” (no estúdio) e “Minas” de Milton Nascimento; “From Tom to Tom” de Toninho Horta. “Mãos” e “Ivan Lins” de Ivan Lins; “sou Eu” de Simone; “Flor de Liz”, “Luz” e “Curumim” de Djavan; e no primeiro álbum de Tim Maia, as músicas “Primavera”, “Azul da cor do Mar”, “A Festa de Santo Reis”, “Sossego” “Do Leme ao Pontal”, “Coronel Antônio Bento” entre outras. 

Em 2005, gravou o álbum “Falando de Amor” de Famílias Caymmi e Jobim”., entre muitos outros. Em 2004, foi lançado, em DVD, o Programa Ensaio, produzido pela TV Cultura, Elis Regina MPB Especial – 1973, em que Paulo tocou junto de Luizão Maia e César Camargo Mariano.

 

Algumas gravações internacionais que Paulo fez foram:

* Joe Henderson “Double Raimbow” e “Joe Henderson Big Band” Don Byron “Fine Line'';

* Chuck Mangione “The Feeling Back”;

* Uri Caine “Uri Caine in Rio”. (Paulo also co-produced this album);

* Paquito De Rivera “Paquito e New York Voices”;

* Sadao Watanabi “Butterfly” e “Elis”;

* John Pizzarelli “Bossa Nova”;

* Eliane Elias “Eliane Sings Jobim ”, “Kiss By Nature”, “Dreamer” e o ultimo que foi lançado este ano, 2006, chamado “Around the City”;

* Rosa Passos “Amorosa” Sony Music 2004;

* Prêmios vencedores de Grammy incluem: Yo-Yo Ma com “Obrigado Brasil” em 2004;

* Paquito Rivera and the New York Voices, Grammy Latino 2003;

* Joe Henderson com “Big Band” 1997 e Tom Jobim com “Antonio Brasileiro” em 1995.


A partir de outubro de 2005, Paulo passou a dividir seu tempo entre Nova York e Brasil, começando um novo projeto com Paulo Jobim e Daniel Jobim que juntos formam O Jobim Trio e também esta trabalhando no seu segundo cd solo que será lançado até o final de 2006. Paulo lançou também, em 2003 seu cd solo, “Grooveland”, com composições próprias. Atualmente, ele tem feito vários shows com base nesse trabalho.

Em entrevista, a revista MODERN DRUMMER , PAT METHENY falou sobre seus bateristas favoritos que são Roy Haines, Jack Dejonette, Paul Wertico e Paulo Braga. Sobre Paulo Braga, Pat disse ter ficado surpreso da maneira que Paulo tocava Jazz (straight ahead). Disse também que Paulo foi responsável pela introdução, na bateria moderna , das influencias das escolas de samba.